• Vânia Penha-Lopes

"I CAN'T BREATHE!" YET AGAIN

Updated: Oct 10, 2020

Acabei de ler um artigo sobre o assassinato de Muhammed Muhaymin, Jr., em Phoenix, Arizona, em 2017. Como a maioria dos muçulmanos nos EUA, Muhaymin era negro. Como Eric Garner três anos antes e George Floyd três anos depois, ele foi sufocado por policiais, apesar do seu apelo: "I CAN'T BREATHE!" (Não consigo respirar!). No caso de Muhaymin, a reportagem alega que os policiais ainda debocharam dele quando ele clamou por Alá.


Racismo, intolerância religiosa e abuso gritante de poder resultaram na morte de mais um homem negro.


Espanta-me meu desconhecimento desse assassinato. Se entre Eric Garner e George Floyd houve Muhammed Muhaymin, Jr., mas eu não soube, quantas outras vidas foram ceifadas sem eu saber? E quantas mais vidas terminarão do mesmo modo, apesar de tantas manifestações mundo afora?


Não vou postar o vídeo do assassinato, assim como me recusei a vê-lo. Se relatos sobre linchamentos já são chocantes o suficiente, imagens são perturbadoras ao extremo.

#blacklivesmatter #vidasnegasimportam

6 views0 comments

Recent Posts

See All

(486) VINICIUS JÚNIOR FOI CHAMADO DE “MACACO” POR DANÇAR EM COMEMORAÇÕES | Entenda tudo! - YouTube Em 2007, quando estava no Rio fazendo meu pós-doutorado, fui com uma amiga ao Maracanã num domingo as

In the early 20th century, more precisely on February 12, 1909, the National Association for the Advancement of Colored People was born with the goal of combating the legal racial discrimination in vo

Nos primórdios do século passado, mais precisamente em 12 de fevereiro de 1909, nascia a Associação Nacional para o Avanço das Pessoas de Cor (National Association for the Advancement of Colored Peopl