top of page
  • Writer's pictureVânia Penha-Lopes

"LET FREEDOM RING"



Há 75 anos, a cantora lírica Marion Anderson cantou na escadaria do Memorial de Lincoln, na capital federal dos EUA, por incentivo da então primeira-dama, Eleanor Roosevelt.

Naquela época, a segregação racial era a lei em Washington, D.C. Por isso, a Srta. Anderson foi proibida de se apresentar num evento patrocinado pelas "Filhas da Revolução Americana" ("Daughters of the American Revolution"--DAR). Uma das componentes daquela organização, a Sra. Roosevelt, engajada que era com a causa pelos direitos civis dos negros americanos, ficou tão indignada que mandou uma carta se desligando da organização e promoveu um evento alternativo em que Marion Anderson cantou para todos, ao ar livre.

A DAR continuou a praticar a segregação racial até 1952.


Publicado originalmente no Facebook em 9 de abril de 2014.

2 views0 comments

Recent Posts

See All

1964, 60 ANOS DEPOIS

Que imagem postar sobre os 60 anos do Golpe de 1964? Uma foto das várias passeatas de estudantes contra o novo regime? Uma outra em que eles apanham da polícia? A foto das artistas na passeata contra

"SER NEGRO, AQUI E LÁ"

"Recordar é viver": Em 2008, a jornalista Flávia Tavares me entrevistou para um artigo publicado no Estadão sobre como brasileiros que moram nos EUA vêem a questão do racismo aqui e no Brasil. Forneço

Comments


bottom of page