• Vânia Penha-Lopes

"LET FREEDOM RING"



Há 75 anos, a cantora lírica Marion Anderson cantou na escadaria do Memorial de Lincoln, na capital federal dos EUA, por incentivo da então primeira-dama, Eleanor Roosevelt.

Naquela época, a segregação racial era a lei em Washington, D.C. Por isso, a Srta. Anderson foi proibida de se apresentar num evento patrocinado pelas "Filhas da Revolução Americana" ("Daughters of the American Revolution"--DAR). Uma das componentes daquela organização, a Sra. Roosevelt, engajada que era com a causa pelos direitos civis dos negros americanos, ficou tão indignada que mandou uma carta se desligando da organização e promoveu um evento alternativo em que Marion Anderson cantou para todos, ao ar livre.

A DAR continuou a praticar a segregação racial até 1952.


Publicado originalmente no Facebook em 9 de abril de 2014.

2 views0 comments

Recent Posts

See All

(486) VINICIUS JÚNIOR FOI CHAMADO DE “MACACO” POR DANÇAR EM COMEMORAÇÕES | Entenda tudo! - YouTube Em 2007, quando estava no Rio fazendo meu pós-doutorado, fui com uma amiga ao Maracanã num domingo as

In the early 20th century, more precisely on February 12, 1909, the National Association for the Advancement of Colored People was born with the goal of combating the legal racial discrimination in vo

Nos primórdios do século passado, mais precisamente em 12 de fevereiro de 1909, nascia a Associação Nacional para o Avanço das Pessoas de Cor (National Association for the Advancement of Colored Peopl