top of page
  • Writer's pictureVânia Penha-Lopes

"MENINO DE 14 ANOS EXECUTADO EM 1944 PODE SER JULGADO NOVAMENTE"



Comentário de 20 de janeiro de 2014, referentes à matéria e à fotografia que a acompanha. George Stinney, Jr. é a pessoa mais jovem que já foi executada nos EUA. Sem provas, foi acusado de matar uma menina branca. Em duas horas e meia, o júri decidiu condená-lo à cadeira elétrica. Note-se que, em 1944, os negros eram proibidos de ser jurados. Em 1944, muito mais do que hoje, os EUA praticavam terrorismo de estado, com leis que excluíam os negros de qualquer igualdade social e com policiais, advogados e juízes que faziam parte da Ku Klux Klan. Alguma dúvida que a prisão e a condenação do George foi abuso de poder e prática gritante de racismo?


Em 17 de dezembro de 2014, o menino George foi finalmente declarado inocente.


*******************


Meu Deus! Sua expressão de resignação me assombra. Na comemoração do aniversário do Dr. Martin Luther King, Jr., vale lembrar que, embora a vida seja undubitavelmente melhor hoje que há 70 anos, "O Sonho" está longe de se tornar realidade.


Que a sua alma se conforte na justiça que você nunca teve em vida, George Junius Stinney, Jr. (21 de outubro de 1929 – 16 de junho de 1944).

80 views0 comments

Recent Posts

See All

1964, 60 ANOS DEPOIS

Que imagem postar sobre os 60 anos do Golpe de 1964? Uma foto das várias passeatas de estudantes contra o novo regime? Uma outra em que eles apanham da polícia? A foto das artistas na passeata contra

"SER NEGRO, AQUI E LÁ"

"Recordar é viver": Em 2008, a jornalista Flávia Tavares me entrevistou para um artigo publicado no Estadão sobre como brasileiros que moram nos EUA vêem a questão do racismo aqui e no Brasil. Forneço

Comments


bottom of page